Livros 2016 #4: Smarter, Faster, Better

Excelente livro. Recomendo a leitura para quem deseja entender melhor como a motivação e o modelo de decisão funcionam.

O livro é dividido em oito capítulos que focam em temas interconectados. O objetivo final do livro é mostrar, através desses oito pontos, como se tornar uma pessoa (e um profissional) motivado, eficiente, que toma decisões melhores e mais rápido.

O primeiro ponto é a motivação. Muitas vezes nos falta motivação para começar uma tarefa. Isto porque enxergamos como uma “tarefa” que devemos fazer, e não como uma decisão que tomamos. Ou seja, não existe o sentimento de controle sobre a situação. Então a primeira dica é:

“Tome uma decisão que o coloque no controle da situação. Descubra como a tarefa atual está ligada a algo que você realmente se importa.”

Exemplo: pergunte-se por quê está realizando aquela tarefa; qual o objetivo final que você quer atingir.

O segundo ponto é definir metas. Ter a motivação não é suficiente para direcionar suas energias para o ponto certo. Definir qual a meta a atingir é importante, mas planejar como atingi-la é essencial. Para isso a dica é:

“Defina uma meta principal (stretch goal) e as metas intermediárias – use o método SMART.”

Provavelmente, para definir as metas SMART, você precisará se conhecer bem e pensar nos menores passos necessários para atingir sua meta principal.

Terceiro ponto é foco. Este é um dos pontos mais difíceis, principalmente porque somos cercados de informações e eventos que mudam nosso foco para outras coisas, e nos levam longe de atingir nossas metas. E, na maioria das vezes, esquecemos de prestar atenção nas coisas que realmente são importantes. A dica do livro é:

“Crie uma visão do que acontecerá. O que ocorrerá primeiro? Quais os obstáculos? Com essa visão, se algo ocorrer de maneira diferente, você rapidamente notará e poderá tomar ações sobre isso.”

Quarto ponto é a tomada de decisão. Nenhuma decisão é fácil. E aquelas que podem desviar nosso caminho do foco das tarefas que desejamos realizar, e das que vão nos levar a atingir nossas metas – ou desviar delas – é mais difícil. Pensar em quais resultados são possíveis de ocorrer e o impacto que isto vai causar, e pensar em qual a probabilidade daquele cenário ocorrer nos ajuda a tomar a melhor decisão. Lembrando que tomamos a melhor decisão com base nas informações que temos e de quais futuros visualizamos.

“Visualize múltiplos futuros, colete informações para identificar o que aconteceria de acordo com a decisão. Use seus instintos para buscar diferentes perspectivas, de forma a deixar mais claras suas opções.”

Outros itens importantes:

  • Criatividade: use suas experiências, e o conhecimento de como outros resolveram problemas. Use métodos conhecidos para resolver problemas novos
  • Combinar dados de maneiras diferentes para encontrar padrões. Fazer experimentos com diferentes soluções para um problema e anotar os resultados para analisar sua eficiência.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s