Review: Batman vs Superman

Assisti ao filme. Finalmente. E agradeço por não ter ido ao cinema para isso.

***** SPOILER ALERT ******

Para começar que o nome do filme não deveria ser “Batman vs Superman”. Apesar de que o subtítulo em inglês é “Dawn of Justice”, então eu deveria ter sacado. A escolha do nome foi puramente comercial. Se fosse “Justice League” qualquer coisa, teria tido o mesmo efeito, mas com certeza não atrairia tanto público.

Adorei o elenco. Muito bem escolhido. A DC finalmente entrou na briga com a Marvel pelas telonas. Já não era sem tempo😉

Gastaram mesmo com o elenco. Eu tinha uma má impressão do Ben Affleck, mas ele conseguiu encarnar muito bem o Batman. Gostei também dos gadgets – o modificador de voz foi uma sacada fantástica. Mas, achei o Jeremy Irons como Alfred “too much”. Ele é um excelente ator e trouxe o Alfred para o hall de personagens importantes, muito merecido. Mas, o filme meio que desconstruiu o Batman. Mostrou o Dark Knight como um homem de músculos – muita atenção para a cena em que ele está se preparando para a batalha com o Superman, puxando muito peso mesmo. Enquanto que o lado intelectual ficou todo para o Alfred. Tem até uma cena bizarra em que o Bruce pergunta ao Alfred: “ainda trabalhando?”.

Melhor foi o Alfred montando a lança de criptonita. Não deveria ser o Bruce??

Já o ator escolhido para o Superman, finalmente!, foi ótimo. Um ator tranquilo, sério, a altura da personagem. E fez muito bem seu papel: entrou mudo e saiu calado.

Amy Adams como Lois foi uma escolha fantástica. Ela trouxe à personagem a importância do papel. Nada de mocinhas frágeis que não sabem o que estão fazendo. E, pela primeira vez num filme de Superman, ela mesmo se toca de que é o calcanhar de Aquiles de Clark, foi claramente usada para atraí-lo para uma cilada, e usa isso como ferramenta ao longo do filme. Ponto negativo pro homem de aço que para tudo para salvá-la do que for.

Lex Luthor. Não tenho palavras. Ele ficou fantástico. Jesse Eisenberg conseguiu mostrar a complexidade do Luthor, sua intelectualidade e sua loucura psicopática. O fato de Luthor ter jogado o Batman contra o Superman foi a melhor coisa desse filme. E, para mim, o ponto alto da trama. E fazia tempo que não retratavam o Luthor da forma que ele merece. Desculpas a Kevin Spacey, mas Jesse foi muito melhor nisso.

Faltou, claro, tempo para deixar mais claro a ligação de Luthor com a Liga da Justiça. O filme mostrou rapidamente o Aquaman, Flash e a Mulher Maravilha. Mas quem faz sua apresentação oficial é a Amazona Diana Prince.

Zack Snyder mandou muito bem. Expectativas aumentando para o Justice League ano que vem🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s