Discutindo o modelo socialista com olhos capitalistas

A eterna briga entre socialistas e capitalistas está sempre nos surpreendendo. Hoje li um artigo em um blog que gostei muito. Apesar de ser bem tendencioso, gostei da forma como ele colocou as informações. Sempre digo que, na falta de texto imparcial, leia os parciais de todos os lados envolvidos e tire suas próprias conclusões.

O artigo original foi postado no blog Porco Capitalista, com o título 6 Fatos que seu professor esquerdista não te contou.

O autor cita situações e fatos diversos sobre as tentativas de implantação de modelos comunistas no mundo. Fala sobre os textos de Marx e compara as teorias da Mais Valia com a Utilidade Marginal.

Como eu gosto muito do tema, não resisti e fiz um comentário, que replico aqui para registros futuros:

Um dos maiores problemas é que essa discussão é muito utópica! O ser humano é “capitalista”. Para que uma política baseada no socialismo/comunismo, com distribuição igualitária de renda funcione é preciso que as pessoas deixem de ser ganaciosas, deixem de querer ser mais do que o outro. É uma doutrinação do indivíduo. Quem acredita que socialismo/comunismo pode funcionar é ingênuo de acreditar que as pessoas que estão no poder vão abrir mão de tudo e partilhar, também, da igualdade que quer implantar naquela comunidade.
É muito bonito todo mundo comparando as grandes potências com os países em desenvolvimento que passaram anos se submetendo ao imperialismo capital – é injusto. Vamos relembrar a época em que Marx, Engels e tantos outros iniciaram essa discussão. A Europa acabava de passar por várias revoluções culturais e de se libertar de uma visão socialista imposta pela igreja, que todos nós conhecemos como Idade Média (ou Era das Trevas), onde reinava o feudalismo, a inexistente mobilidade social, a exploração social e econômica.
Acredito que nenhum deles imaginava colocar em prática as discussões filosóficas que estavam fazendo na época.
O capitalismo tem muitos problemas, sim, tem várias crises periódicas. O que fizemos foi nos adaptar e a tratar cada crise de forma mais tranquila e aprender com os erros.
Um dia estaremos preparados para aceitar o comunismo e o modelo de economia igualitária? Só o tempo dirá.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s