Feedbacks e outros temas

Estou lendo, ou melhor, ouvindo, o livro Take it to the next level, do Marshall Goldsmith. Eu já li o livro What got you here won’t get you there dele, que é excelente. No primeiro livro ele fala um pouco sobre o segundo, até porque o foco dos dois é muito parecido. Mas o capítulo que estou ouvindo agora (capítulo 2) fala muito sobre feedback.

E o que ele fala é sobre o desconforto que é dar feedback. Não só o feedback negativo, mas o positivo também! Pois é, não é só conosco que isto acontece🙂Uma das coisas que ele fala (e que é tema do What got you here…) é que nós sempre falamos o que as pessoas precisam fazer, mas nos esquecemos de falar o que elas tem que parar de fazer. Ele fala isso várias vezes nesse capítulo. Inclusive, ele fala sobre uma conversa que teve com Drucker onde eles discutiram exatamente esse assunto.

Então, o feedback vai além do meio comum que estamos acostumados. Feedback é falar o que precisa ser melhorado, falar o que está bom e também falar o que precisa ser cortado de vez.

O interessante nesse livro é que ele, logo no primeiro capítulo, fala que coaching e feedback são muito mais utilizados para aspectos comportamentais. No capítulo 1 o foco é comportamento, coaching e como identificar as situações que precisam deste tipo de intervenção. Uma coisa dura que ele fala é: devemos gastar nosso tempo com pessoas que querem mudar. Se a pessoa não quer mudar, não acha que precisa, ou não exerga a necessidade da mudança, não perca seu tempo!

Ele diz que a melhor coisa a fazer nesses casos é demitir a pessoa. Uma ênfase: demissão não significa que a pessoa é ruim, mas que ela não é boa naquela empresa. Goldsmith cita um caso de coaching em que o melhor que ele podia fazer pela coachee era recomendar a demissão! Ele fala muito que temos que fazer o trabalho pelo qual temos paixão! Se não gostamos do que fazemos, é melhor trocar de emprego!

Achei muito interessante isto porque é o que mais se tem falado em RH ultimamente. Paixão pelo trabalho, vestir a camisa da empresa, comprometimento, desenvolvimento individual e coletivo. Tudo está ligado ao tema-chave do livro. E estou só no capítulo 2! Vamos ver o que mais tem pela frente.

 

P.S.: Estou gostando da experiência do audiobook. Acho que vou virar adepta. Tenho mais dois audiobooks para testar e estou ansiosa para terminar esse e começar os próximos. E também estou lendo outros livros em paralelo. Mas isso vai pra contagem depois🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s