Aventuras USA – Chegada

E vamos começar o relato da viagem. Ah, muita coisa pra contar. Ainda bem que tem espaço hehehe

Meu voo saiu de SP, quase à meia-noite. Mas a saga começa uns dias antes. Eu tinha marcado o voo da TAM de CG para GRU as 14h, pra chegar lá umas 16h, fazer checkin com tranquilidade… Na sexta a TAM me liga dizendo que o voo foi cancelado e eu tinha duas opções: 9h ou 17h. Putz, fiquei com medaço de pegar o das 17h e não dar tempo. Agendei pras 9h. Então imagina só. Cheguei em Guarulhos as 11h. O checkin da American Airlines só abria as 15h. Tive que ficar rodando com a minha pequena mala preta pelo aeroporto o tempo inteiro. Almocei por lá e fiquei batendo perna. Cansei de ficar sentada, de andar, de não fazer nada, de ler, de fazer cruzadas… Bem, lá pelas 16h já estava com bagagem despachada e passagens na mão. Estava com medo de não conseguir as passagens, porque até aquele momento ainda não tinha sido cobrado no meu cartão. E pra ajudar, me disseram que comprar na Decolar.com não era confiável. Imagina a tensão!

Passagem na mão, liguei pra casa pra avisar que tava tudo certo e que eu embarcava! Agora era só esperar mais umas 7h e tudo certo rs Sem brincadeira! Meu voo era as 23h50! O embarque começava só as 22h30, acho. Nem lembro. Dado irrelevante. Mas eu estava toda preparada. Roupa bem confortável, tênis no pé. Levei minha almofada de pescoço e uma blusa, porque sempre passo frio em avião. Bem, passei frio no avião hahaha Minha blusa não foi nem perto de suficiente! Tinha o cobertor deles, mas tb não deu pro cheiro. Acordei com o maxilar todo doído. Mas tb, sem dor no pescoço ou coluna. Coloquei aquele travesseiro que eles entregam pra gente nas costas – dica da sis – e foi perfeito! Problema é que eu estava com tanto sono que dormi e perdi o jantar. Mas também! Os caras servem o jantar à 1h! Dormi mesmo. Acordei com as aero-velhas (descobri pra onde vão as aeromoças depois dos 40 anos) recolhendo o lixo do jantar. Virei do outro lado e dormi de novo. Acordei 30 min antes do café-da-manhã. Timing perfeito, porque tava todo mundo dormindo e ninguém no banheiro.

Desembarquei no aeroporto de Dallas. Um calor da pêga! O piloto anunciou que estava fazendo 38ºC! Imagina! Até pra mim o dia tava quente. E olha que era umas 7h. Desembarcamos, passei na imigração e fui pra inspeção. Olha, até que a imigração foi sossegada. Eu estava mega nervosa. Imagina chegar até ali, 3h de distância da minha irmã, e não entrar no país? Seria muuuito triste. Mas passei e me deram permissão de ficar até fevereiro! Ou seja, além do vencimento do meu passaporte😉 Bacana mesmo foi na inspeção de bagagem. Preenchi errado aquele papelzinho da imigração e o fiscal me questionou. Expliquei o que eu estava trazendo, ele corrigiu o documento e me liberou. Mas antes, fez uma piadinha. Eu estava levando polvilho. E como eu coloquei isso no documento? Flour. Pra começar que eu não sabia como era polvilho em inglês, então coloquei farinha mesmo. Ele me perguntou “o que a farinha americana tem de errado pra eu trazer do Brasil”. Vixi, entrei na piada e disse que nada de mais; que só era uma farinha especial. Ele sorriu e deixou quieto.

Daí é que foi legal. Deixei minha bagagem com a equipe da AA e fui pro meu portão de embarque. Pobre é fogo, né? Achei que era logo ali. Cara! Como é gigante o aeroporto de Dallas! Aliás, todos os aeroportos que eu fui lá. Quando saí do desembarque, surpresa! O painel de voos era imenso. Tinha vários voos indo pra Philly, mas consegui identificar o meu. Melhor de tudo é que eu estava no terminal D e tinha que ir pro terminal A. Joinha pra mim! Fui seguindo o fluxo e me deparei com um trem dentro do aeroporto. É.. não dava pra ir a pé. Peguei o trem e uns 15-20 min depois, estava desembarcando no terminal A. Encontrei fácil meu portão. Comprei um lanche. Afinal, ia chegar em Philly só depois das 16h e não tinha direito a lanchinho no voo.

Coisas legais do aeroporto de Dallas. Tinha terminais de acesso gratuito à internet espalhados no aeroporto. Tinha também uns telefones gratuitos para você enviar mensagens para pessoas dentro do aeroporto. Massa!

Depois de esperar umas 2h, embarquei rumo a Philly. Yay!

O desembarque é muito diferente daqui do Brasil. Primeiro você sai pra depois pegar sua bagagem lá fora. Ou seja, enquanto espera a bagagem, já pode ir matando saudade dos familiares. Bem legal, isso! Detalhe que o aeroporto é tão grande, que quando cheguei na esteira, as malas já estavam lá. Extremamente organizado.

Claro que quando eu cheguei Lílian e Mateus já estavam lá me esperando🙂 Fomos para o Olive Garden pra um almo-janta. Mesmo eu estando varada de fome, ainda não consegui comer tudo. E fomos nós com três boxes pra casa. A sopa que me serviram de entrada era ótima! Queria saber fazer pra reproduzir aqui em casa. Nem pedimos sobremesa, porque não conseguimos comer nem a comida! hahaha

Finalmente em casa, banho tomado e conferindo as encomendas que já estavam por lá, tirei várias fotos de teste e entreguei as encomendas que eu trouxe hehe No dia seguinte já começava as aventuras pelo país, a começar por NY. Mas antes, ainda tinha que providenciar hospedagem… No fim deu tudo certo, como sempre. Mas o relato é longo e vou escrever sobre NY em outro post.

Leia mais em Aventuras: USA – preparativos

2 thoughts on “Aventuras USA – Chegada

  1. Pingback: Aventuras: New York City – part 1 | Vanessa's Blog

  2. Pingback: Aventuras: New York City – part 2 | Vanessa's Blog

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s