Filmes de heróis

Não queria falar, mas tá meio engasgado. Eu que sou muito chata ou estamos meio sem opção de atores para representar super heróis? Deixa eu explicar: o ator Chris Evans como Capitão América e, o maior desgosto de todos os tempos, Ryan Reynolds como Lanterna Verde. Sheldon deve estar querendo morrer depois dessa.

Estou falando sem conhecimento de causa porque não assisti ao Lanterna Verde, ainda. Já baixei e estou reunindo forças para conseguir. Faço isso essa semana. Mas quando eu vi quem seria o Lanterna Verde quase entrei em parafuso. Será que estão tentando recuperar a carreira do Reynolds ou destruir com a do Lanterna?

Preciso ainda assistir ao Thor, já que o filme Avengers vai estrear em Março/2012. E falando nisso, esses produtores não decidem quem vai ser o Hulk? Já trocaram de novo! No filme Avengers será a vez de Mark Ruffalo, com direito a voz do Lou Ferrigno (pelo menos isso… voltando às origens). Menos mal que o Lanterna Verde não faz parte dos vingadores, senão iria mais parecer uma reunião dos atores de comédia romântica.

Agora, comecei o post pensando nas trocas de atores dos super heróis. A questão toda é o Evans, que começou como o Human Torch (muito bem, por sinal… todos os sentidos) e agora é o Captain America. Uma coisa eu não posso deixar de elogiar no filme: a computação gráfica usada para deixar o Evans feinho foi fantástica. Em algumas cenas até dava pra acreditar que aquela criatura era de verdade. Até o formato do rosto dele modificaram para equilibrar com o corpo. Ainda bem que lá pela metade do filme ele já volta ao seu estado normal😉

Poderia ficar aqui horas falando mal de filmes de heróis. Por exemplo, o que fizeram com o Batman na década de 90 foi uma tristeza. Quem consegue acreditar no George Clooney ou no Val Kilmer como Batman? Até que o Michael Keaton conseguiu ficar à altura do papel, mas com certeza foi o Christian Bale sob a direção de Christopher Nolan que arrasou. Não sou muito fã do Bale e até achei que ele não seria uma boa escolha para o papel, mas ele surpreendeu! E não podemos deixar de lado que Nolan é ótimo em filmes estilo noir, o que ajudou a trazer a atmosfera correta de Gotham e do próprio Bruce Wayne. Coisa que talvez só o Tim Burton havia conseguido chegar perto, lá com o Keaton.

Ah, e eu que já era fã do Hugo Weaving amei seu papel no Captain America. Ainda vou assistir ao filme novamente, mas no momento minha nota 10 é para o Red Skull. O Evans ganha um 9 – maior parte não pela interpretação, que ainda precisa melhorar. O Tim Story conseguiu mais dele como Human Torch, talvez porque  a personalidade do Human Torch seja mais arrogante e combine mais com o rostinho bonito do Evans do que o coração altruísta do Captain America. Ou porque não se fazem mais americanos como antigamente😉

Bem, e para falar bem um pouquinho, não podemos nos esquecer do Christopher Reeve como o inesquecível Superman. Aliás, inesquecível mesmo porque foi o único papel dele que todo mundo lembra (não podia perder esse alfinete).

Vixi, mas tem muito filme de herói pra eu falar mal. Mas agora as coisas estão melhorando. A tecnologia e os efeitos especiais estão conseguindo coisas fantásticas e permitindo que qualquer um seja herói. Caso do Ioan Gruffudd como o “sem sal” Reed Richards, logo depois de uma atuação mais sem sal ainda do Lancelot, no Rei Arthur. Podemos dizer que foi um progresso?? Nah

E tem o Iron Man, com o Robert Downey Jr (super fã!), que mandou bem pra caramba. Conseguiram mostrar bem a personalidade contraditória do Stark no primeiro filme. E o segundo só pecou por não trazer de volta Terrence Howard como o Rhodey (nada contra Don Cheadle, mas sem comparação, hein?). Tá bom, a história do segundo foi meio forçadinha, mas ainda tenho pra mim que veio mais pra dar liga no SHIELD do que pra qualquer outra coisa (além de manter a franquia, claro).

É isso. Gosto de filmes de heróis. Principalmente quando mostram heróis mais humanos (Batman e Iron Man no topo da lista). Não gosto muito de super heróis extremamente altruístas, como é o Superman e o Captain America (ele não é tanto como o Superman, mas tá na mesma categoria – e o Evans ajuda a aumentar a notinha).

O que me lembra do Watchmen. Vou ser sincera. Achei meio sem gracinha. O filme é muito confuso. E depois que eu li os quadrinhos entendi porque é tão confuso. Os caras não gastaram dinheiro com script. Foram lendo o quadrinho e filmando. Ou seja… uma porcaria. Quem não leu os quadrinhos antes ficou boiando. Eu que li os quadrinhos depois e assisti ao filme de novo depois (tortura completa), continuei não gostando. 5h totalmente perdidas na minha vida. É.. o maldito do filme tem 2h30 de duração. Isso sem contar no tempo que gastei lendo o quadrinho. Joga aí mais umas 20h. Consolidando tudo: 1 dia perdido. Poderia ter ficado pensando na vida. Acho que se tivesse lido “Memórias de um sargento de milícias” no lugar, não tinha ficado com tanta raiva.

Eu me esforço, mas é difícil me agradar com super heróis. Tudo bem que no Watchmen ninguém tinha poderes especiais. O Coruja (versão mais sonsinha do Batman) é rico e pode gastar tempo criando suas armas.  E o Rorschach que é um lunático completo me lembrou o personagem de Mel Gibson no Teoria da Conspiração – todos o perseguem, nada presta, ai que chatice! Mas ainda assim, é o personagem melhor construído do filme. Porque ninguém merece o chato do Dr Manhattan! Acho que se não fosse ele, o filme já subiria uma estrelinha na minha classificação.

Ah, e eu não poderia deixar de falar do Prince of Persia, com o Jake Gyllenhaal, que se mostrou muito bem no filme. Já gostava dele, pois acho um ator muito bom. Mas no papel do incrível Dastan, foi demais. Tá, a estória do filme é fraca. Mas a ideia toda do filme não é a estória das areias do tempo. Isso é plano de fundo. O foco do filme é na personalidade (e no corpo) do Dastan, bem como toda sua habilidade e destreza. O resto é enfeite na estória. Até o romance com a princesa não é importante (olha aí a formulazinha mágica de Hollywood). E não podemos nos esquecer que os produtores provavelmente estavam apostando numa sequência, que ainda não tem previsão, se é que vai sair mesmo. (ok, esse não é bem super herói, mas vale, né?)

Vários me veem à cabeça, mas a inspiração já passou. Vou assitir ao Thor e ao (arg) Lanterna Verde. Daí vou pensar melhor e escrevo um post complementando a ideia.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s